Com novos protocolos Hospital Metropolitano retoma visitas presenciais

 em Hospital Metropolitano, Notícias

A família no processo de cuidado sempre foi importante na hospitalização do paciente, mas devido a pandemia da Covid-19, a recomendação apontava para o distanciamento social como forma de prevenção ao contágio. Isso acarretou numa série de medidas e precauções, entre as quais, a suspensão das visitas no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, desde março de 2020.

Após estudos realizados pela direção da unidade junto à equipe médica e multidisciplinar, iniciou na tarde desta segunda-feira (23), a retomada das visitas presenciais. Os pacientes das áreas de Urgência e UTI da Neurologia, foram os primeiros contemplados com essa nova rotina.

De acordo com a coordenadora do Serviço Social, Carmen Lúcia Meireles, para a segurança dos familiares e pacientes, a instituição de saúde disponibilizou os Equipamentos de Proteção Individual (EPI), antes do acesso aos setores. “Esse momento de retorno das visitas é de muita alegria, mas também exige alguns cuidados, por isso, será permitida à visitação de apenas um familiar por paciente. Disponibilizamos os EPIs, como toca, capote descartável, para segurança do visitante, bem como do próprio paciente, com o intuito de evitar contaminações e risco ao tratamento do assistido. A mensagem que passamos às famílias é que esse momento vai ser vencido, o distanciamento vai ser superado, mas com cuidado e atenção, porque isso também é uma prova de amor”, discorreu.

Para quem foi beneficiado com essa retomada, as palavras eram de gratidão à toda equipe envolvida, ainda mais por receber presencialmente a notícia da previsão de alta hospitalar, como foi o caso da filha do paciente Antônio Cosmo. “Estou emocionada duplamente. Primeiro por vê-lo mais de perto, porque sempre o via nas videochamadas que a equipe fazia para mim ou minha irmã, e segundo por ouvir do médico de que amanhã já poderemos vir buscá-lo, pois ele estará de alta. Eu só tenho que agradecer a todos que trabalham aqui”, contou emocionada, a dona de casa, Socorro do Nascimento.

Segundo o psicólogo Vimário Lacerda, a estratégia de implantação das vídeochamadas tinha como propósito diminuir a saudade dos familiares e pacientes internados, mas sabia-se que nada substitui o olho no olho. “A visita presencial fortalece os laços familiares, e nos ajuda a junto às famílias estabilizar emocionalmente cada paciente, seja para o aguardo do seu procedimento ou para conclusão do tratamento. É fundamental a contribuição da família nesse processo de recuperação, e poder contar com a compreensão e disposição deles fará toda diferença”, pontuou.

Cada protocolo adotado no período de pandemia visa a segurança do próprio paciente e seus familiares, afirmou o diretor geral, Antônio Pedrosa. “Sabemos que tudo o que fizemos e as recomendações que seguimos do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde, eram para resguardar a saúde do paciente, mas somos cientes de que esse processo de distanciamento dos seus parentes, também o fragilizou. Retomar as visitas nos faz se alegrar junto a eles. Estamos certos dos bons frutos que colheremos. E, também devemos isso ao avanço da vacinação, por tanto reforçamos a importância de se vacinar”, declarou o gestor.

RETORNO DAS VISITAS:


Visita na área Neurológica: Segunda, Quarta e Sexta

14h30min às 15hs – Urgência Neurológica

15h30min às 16hs – UTI Neurológica

Visita na área Cardiológica: Terça, Quinta e Sábado

14h30min às 15hs – Urgência Cardiológica

15h30min às 16hs – UTI Coronária e UTI Endovascular

RECOMENDAÇÕES: Chegar com 30 minutos de antecedência, Estar vestido adequadamente com calça comprida e sapato fechado; Não utilizar celular e aparelhos eletrônicos; Retirar brincos, relógios, pulseiras e alianças; Fazer uso de máscara, de preferência N95, e álcool gel ou 70%.

Postagens Recomendadas