Equipe de Odontologia do Hospital Metropolitano publica artigo em revista internacional

 em Humanização, Humanização Hospitalar, Notícias, Pioneirismo

As odontólogas do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, submeteram um artigo na revista Research, Sociely and Development, no qual receberam aprovação e publicação no V9, n° 10. A revista internacional, com Qualis A3, realiza publicações científicas multidisciplinares focada em promover o desenvolvimento social, científico e tecnológico através de publicações de descobertas ocorridas em diferentes áreas.

O artigo é composto pelo relato de caso de um paciente do sexo masculino, de 82 anos, agricultor, interno na UTI cardiológica do complexo hospitalar. Após um exame de rotina, realizado pela equipe de Odontologia, foi detectada uma lesão esbranquiçada no lábio inferior do paciente, na qual baseou-se a investigação e produção do estudo. “Elaboramos um plano de tratamento onde foi realizada biópsia excisional, ou seja, foi removida toda lesão e enviada a peça para análise histopatológica”, explicou a odontóloga, Andreia Medeiros.

Como resultado da pesquisa, uma Queilite Actinica Ulcerada, (nome científico para a lesão classificada como pré cancerígena), muito comum em pacientes idosos, do sexo masculino e expostos excessivamente ao sol, foi detectada no paciente. “Poder descobrir e assim oferecer tratamento para algo que na posterioridade seria mais grave e causaria maiores danos ao paciente, é satisfatório para nós, além da contribuição da pesquisa para outros estudiosos da área”, complementou Thamires Pereira, odontóloga e participante do estudo.

No setor de Odontologia do Hospital Metropolitano projetos de prevenção e tratamentos estão sendo desenvolvidos, dentre eles, o ‘Saúde Bucal em Dia’, voltado para os pacientes acometidos pelo novo Coronavírus. “Avaliamos e monitoramos a higiene oral dos pacientes da enfermaria Covid, com estatística fechada até o mês de outubro. Seguimos estudando os casos e realizando os apontamos para a obtenção do melhor processo de assistência e humanização em prol da saúde e bem-estar dos nossos pacientes”, pontuou a coordenadora da Odontologia, Maria do Carmo Pessoa.

De acordo com o diretor de Ensino, Pesquisa e Inovação, Dr. Mário Toscano, faz parte da vocação do Metropolitano, o ensino e a pesquisa. “Buscamos incentivar os nossos colaboradores a observar o que está acontecendo na sua área de trabalho, e desse modo produzir publicações, seja de um caso clínico ou de um fluxo inovador. Pois acreditamos que as pesquisas trazem benefícios não só para melhoria da assistência do hospital, mas também, para outras unidades de saúde”, afirmou o diretor, destacando a relevância das pesquisas, uma vez que “a ciência se apoia nas experiências realizadas e publicadas pelo pesquisador” acrescentou.

O Hospital Metropolitano possui um Núcleo de Educação Permanente em Saúde, segundo a coordenadora, Mariana Gonsalves, pesquisas, artigos, trabalhos de conclusão de graduação e pós-graduação, incluindo mestrado e doutorado, são realizados na unidade hospitalar. “Atualmente já contamos com trinta pesquisas, sendo seis dessas já conclusas e as demais em andamento. Pertencemos a Rede Escola SUS-PB e seguimos as diretrizes do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-PB). Vale ressaltar que todas as pesquisas e estudos ocorrem por meio das instituições de ensino conveniadas ao Governo do Estado”, concluiu.

Postagens Recentes