Hospital Metropolitano lança 7ª edição de revista eletrônica

 em Alta Complexidade, capacitação, Certificação, Cirurgia Cardíaca, covid-19, educação, Hospital Metropolitano, Humanização, Humanização Hospitalar, Neurologia de Alta Complexidade, Notícias, Residência Médica

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires lançou, na última quinta-feira (04), a 7ª edição da “Revista Alta Complexidade”. O produto eletrônico, visa apresentar à sociedade, o que se tem e se faz de melhor no complexo hospitalar, como instituição referência no tratamento de patologias complexas nas áreas de Cardiologia e Neurologia, assim como no combate à pandemia.

A publicação convida o leitor a conhecer o pioneirismo no tratamento da Síndrome de Wolff-Parkinson-White, com a realização de cirurgia inédita em uma criança de apenas 2 anos. Além de dicas para evitar aneurismas cerebrais, e cuidados com a saúde. “Isso é só uma amostra do que é possível encontrar nas páginas desta edição marcante para a história do HM”, afirmou o diretor assistencial, Gilberto Teodozio.

Com periodicidade trimestral, a revista foi criada em Janeiro de 2019, e neste novo exemplar, a equipe responsável reformulou o projeto, como explicou a coordenadora de Comunicação e editora-chefe, Mayara Dantas. “O novo projeto editorial faz parte do planejamento estratégico anual, elaborado pela Assessoria de Comunicação (Ascom HM), que tem como objetivo levar ao conhecimento da população todos os serviços ofertados na unidade através do Sistema Único de Saúde (SUS). Ressaltando desse modo também, a história de pacientes que tiveram suas vidas transformadas após passarem por procedimentos cirúrgicos ou receber gratuitamente uma órtese, confeccionada por meio do Laboratório de Tecnologia Assistiva, da instituição”, pontuou.

Outras mudanças também ocorreram na diagramação e formato. “A publicação online agora está disposta em uma plataforma responsiva, na qual o arquivo passa do formato pdf para flash. Isso quer dizer que ela pode ser visualizada no formato de revista, com exibição em dupla página, não apenas em computadores, mas também em tablets e celulares, com a garantia de boa resolução para apreciar o novo visual, desenhado para facilitar a navegação e leitura”, disse Diego Dantas, responsável pelo projeto gráfico e diagramação.

Para o diretor geral, Antônio Pedrosa, a revista é fruto da história que os profissionais atuantes no complexo hospitalar têm construído a cada dia. “As 40 páginas, relevam quanta gente boa trabalhou para que a melhor assistência pudesse ser prestada à população paraibana. A revista é um presente mais que especial para quem faz parte da história do Metropolitano e que executa suas tarefas no dia a dia da unidade. Se a gente fizer o certo, as coisas acontecem, e o sucesso é garantido. Parabenizo a todos os envolvidos e indico a leitura”, reforçou o gestor.

Para conferir essa e outras edições, acesse o link: http://www.hospitalmetropolitano.pb.gov.br/revista-alta-complexidade/

Postagens Recomendadas