Hospital Metropolitano realiza primeira captação de órgãos do ano

 em Doação de Órgãos, Hospital Metropolitano, Notícias, Transplante

Na manhã desta terça-feira (13), o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em parceria com Central de Transplante e Banco de Olhos da Paraíba, realizou a primeira captação de órgãos do ano. Dois pacientes que aguardavam na Fila Única da Central de Transplante serão beneficiados com as córneas captadas de uma paciente de 54 anos.

De acordo com a coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do Metropolitano, Patrícia Monteiro, a captação só é possível mediante o sim da família, como ocorreu nessa ocasião. “Não podemos deixar de agradecer e prestar nossa solidariedade às famílias que autorizaram a doação. Sem esse tipo de atitude, outras vidas não seriam salvas”, destacou a enfermeira.

Com a pandemia as captações haviam sidos suspensas, sendo retomadas na última sexta-feira (09), como explicou Alisson Modesto Araújo,coordenador de Enfermagem da OPO (Organização a Procura de Órgão). “Na sexta-feira passada realizamos uma captação de córneas, no sábado (10), mais uma, e hoje ficamos felizes pelo sim da família que possibilitará o transplante e maior qualidade de vida para outros”, pontuou o enfermeiro.

Segundo dados da Central de Transplante da Paraíba, cerca de 420 paraibanos guardam por um transplante de Córnea no estado. “Para atender a essa demanda, mesmo diante do cenário pandêmico, as equipes continuam buscando doações, respeitando todos os protocolos sanitários”, ressaltou a gestora da Central de Transplantes da Paraíba e Chefe do Núcleo de Ações Estratégicas, Rafaela Dias de Araújo.

“É importante ressaltarmos também que existe uma cadeia de profissionais de saúde, colaborando com todo este processo, os quais fazem parte das Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes – CIHDOTT’s, existentes em alguns Estabelecimentos de Saúde, tanto na rede pública, quanto na privada, e nesta doação especificamente, tivemos a colaboração imprescindível da CIHDOTT do Hospital Metropolitano, que foi peça fundamental para que a realização da 1ª doação do ano nesta Unidade Hospitalar. Os nossos agradecimentos, a todos aqueles profissionais envolvidos, os quais os consideramos os verdadeiros heróis nesse panorama”, acrescentou a Gestora.

Desde novembro de 2018, o Metropolitano tornou-se um hospital doador, realizando, desde então, a captação de múltiplos órgãos para transplante, tais como: córneas, rins e fígado, que já beneficiaram pacientes que estavam na Fila Única da Central de Transplante. Em setembro de 2019, a unidade de saúde recebeu o certificado de ‘Amigo do Transplante’. O título enfatiza o compromisso em promover ações que incentivam a doação de órgãos. E, em 2020 foi habilitada para realização do Transplante Cardíaco adulto e pediátrico, sendo a primeira e única instituição pública de saúde do Estado a receber esse credenciamento.

Postagens Recomendadas