Hospital Metropolitano recepciona segunda turma de residentes multiprofissionais

 em Humanização, Notícias, Residência Médica

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, por meio das equipes de Educação Permanente, Multidisciplinar, Assistencial e Diretoria Colegiada recepcionou na manhã da última segunda-feira (9), os residentes que integram a segunda turma multidisciplinar. Na ocasião, os estudantes foram orientados sobre o fluxograma do programa, como também conheceram a rotina e estrutura do complexo hospitalar.

Os residentes são das áreas de Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Fonoaudiologia, Psicologia, Terapia Ocupacional, Serviço Social e Enfermagem. A residente de Nutrição, Sara Rocha, falou sobre suas perspectivas em relação ao período de experiência. “Estou bastante empolgada por fazer parte de uma equipe integrada, com excelentes profissionais. Acredito que o conhecimento adquirido e as experiências aqui compartilhadas, serão positivas para minha vida profissional e pessoal”, ressaltou.

De acordo com a tutora dos residentes, Rossana Karla Ferreira, os resultados obtidos com a primeira turma multiprofissional, foram positivos, e essa é a expectativa para com a segunda. “Os residentes sempre saem com a uma boa impressão do serviço prestado no Metropolitano, porque vocês prezam por essa excelência no cuidado, no ensino e na prática. Vemos um diferencial através do trabalho desenvolvido por meio da equipe multidisciplinar. Somos felizes com a parceria. E, sabemos que todos têm a ganhar, inclusive a população”, pontuou a tutora.

Já o diretor de Ensino, Pesquisa e Inovação, Mário Toscano, ressaltou a importância da residência, destacando que o perfil da unidade é de hospital-escola. “Sempre que abrimos as portas para que novas turmas de residentes ingressem em nossa instituição de saúde, ficamos felizes, pois somos cientes de que estamos cumprindo nossa missão, em contribuir para a formação e as futuras assistências prestada aos paraibanos. O Hospital Metropolitano foi projetado para que, além da assistência prestada, também se constituísse em um centro de formação para todo o corpo técnico da área da saúde, seja médicos, enfermeiros, técnicos, bem como aqueles que integram a equipe multidisciplinar”, concluiu.

Postagens Recentes