Pioneirismo: Hospital Metropolitano recebe credenciamento do Ministério da Saúde para Habilitação ao Transplante Cardíaco

 em Cirurgia Cardíaca, Doação de Órgãos, Notícias, Transplante

Pela primeira vez na história da Saúde da Paraíba, uma instituição pública realizará transplante cardíaco. A habilitação foi concedida ao Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, publicada no último dia 2, por meio da PORTARIA Nº 490, que concede autorização a instituição e equipe de saúde designada, para retirada e transplante de órgãos.

O processo de habilitação passou por várias etapas, como pontuou o diretor-geral, Antônio Pedrosa. “O Metropolitano cumpriu com êxito todas as etapas estabelecidas pelo Ministério da Saúde (MS) para este credenciamento. Primeiro enviamos toda documentação exigida e listada pelo órgãos, na qual fomos aprovado. Em seguida, passamos pela etapa da vistoria, com a visita técnica do representante da Câmara Técnica do Sistema Nacional de Transplante. E, sendo esta também favorável, podemos celebrar esse marco para história da Saúde na Paraíba. Estamos felizes e esperançosos com essa conquista”, declarou o diretor-geral, nomeado pelo MS como responsável técnico e cirurgião cardiovascular.

Já o coordenador do setor de transplante do Metropolitano, Dr. Otávio Braga, pontuou a relevância da habilitação. “Este credenciamento do transplante cardíaco no Metropolitano traz mais um arsenal terapêutico ao hospital. Com isso, a unidade, que já é referência do estado para o tratamento de alta complexidade em cardiologia e cirurgias cardiovasculares, passará a realizar também transplante de coração”. Afirmou o cirurgião cardiovascular. “Essa é uma grande conquista para toda equipe e principalmente para os paraibanos”, acrescentou.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, a habilitação torna a Paraíba um estado cada vez mais transplantador. “Há 10 anos o estado da Paraíba já realizava transplante cardíaco, contudo parou, retomando no ano passado, sendo realizados com custeio do SUS, mas em instituições privadas. Então, vimos a necessidade de trazer o transplante cardíaco para uma instituição pública, e o Hospital Metropolitano preenche todos os requisitos técnicos para atender tal demanda, seja do ponto de vista operacional e de instalações físicas, bem como profissional, com alta qualificação e experiência”, concluiu.

Os candidatos ao transplante cardíaco receberão assistência na unidade de forma regulada por meio do Sistema de Regulação do Estado. O Hospital Metropolitano implantou em Março deste ano uma Unidade de Transplante, que dispõe de especialistas na área da cardiologia, para realizar consultas ambulatoriais, visando conhecer o perfil de cada paciente. Serviços e assistência qualificada que beneficiam os usuários que utilizam o Sistema Único de Saúde na Paraíba.

Postagens Recentes