Profissionais da UPA de Santa Rita realizam visita técnica no NIR do Hospital Metropolitano

 em capacitação, Hospital Metropolitano, Notícias, treinamento

Visando a implantação de um Núcleo Interno de Regulação (NIR) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Santa Rita, enfermeiras da instituição conheceram nesta terça-feira (30), a estrutura e funcionamento do NIR do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. A visita técnica foi guiada pela coordenadora do NIR do Metropolitano, Thamirys Gonçalves, a qual apresentou os fluxos, rotinas e competências do setor, destacando a relevância do NIR em uma unidade de saúde.

É de extrema importância uma regulação feita de forma eficaz e dentro do tempo necessário para assistência ao paciente. Além da comunicação com a Central de Regulação e outras unidades hospitalares é importante destacar que no NIR realizamos o monitoramento do paciente desde a sua chegada à instituição, todo o processo de internação e sua movimentação interna e externa, até a alta hospitalar”, pontuou a coordenadora.

Diante do exposto a chefe do núcleo técnico da UPA Santa Rita, Daniella de Ataíde Monteiro, afirmou que o primeiro passo em busca de conhecimento, foi dado, e agora as iniciativas se voltarão para aplicabilidade. “Hoje foi um dia muito rico para nós que iniciaremos esse desafio de implementação do NIR. Vimos a importância da criação do fluxo de regulação, o perfil dos pacientes, além do sistema de gerenciamento de leitos, fundamental para o funcionamento do NIR. Estamos agradecidas pelo compartilhamento das informações e disponibilidade dos gestores do Metropolitano” disse a enfermeira.

Para o diretor assistencial, Gilberto Teodozio, a iniciativa agrega ao serviço que está sendo implantado. “A experiência de observar modelos e/ou técnicas exitosas, favorece o sucesso de um novo serviço. O NIR do Hospital Metropolitano funciona há 3 anos e vem trazendo resultados para a rede estadual de saúde. Estaremos sempre de portas abertas para multiplicar as boas práticas com as demais instituições, pois ao final de tudo quem se beneficia é o paciente” declarou o diretor.

Postagens Recomendadas