“Você tem dedicado tempo a si mesmo?” – Serviço de Psicologia do Hospital Metropolitano promove ações alusivas ao Setembro Amarelo

 em Humanização, Humanização Hospitalar, Notícias

Através do questionamento sobre os cuidados consigo, a equipe de Psicologia do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, realizou durante esta semana uma série de ações de impacto com os pacientes, acompanhantes e colaboradores da instituição, visando a reflexão sobre a temática alusiva ao ‘Setembro Amarelo’, mês da Campanha de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida.

As atividades tiveram início na última segunda-feira (21), momento em que foram distribuídos um calendário semanal com dicas de cuidados para a saúde mental. “Com visitas as enfermarias e áreas administrativas, entregamos a todos um calendário, no qual consta três dicas de atividade para realizar no respectivo dia da semana. Como por exemplo: conceder uma pausa para pensar sobre si, ouvir música por 10 minutos, apreciar a natureza, fazer planos para si, entre outras. Pois acreditamos que essas pequenas ações, podem fazer grande diferença no dia a dia”, pontuou a supervisora da Psicologia, Vaneide Delmiro.

Por conta da pandemia da Covid-19, esse ano não aconteceram ações coletivas, mas abordagens individuais com escuta e diálogo, o que fez toda a diferença para a paciente Cicera Ferreira, de 51 anos. “Estou aqui há 13 dias, nunca havia sido internada antes. O fato de estar longe da minha casa e da minha família tem me causado tristeza, mas a visita das psicólogas dizendo que estão aqui para me ouvir, me deixou feliz. Sei que posso contar com a equipe para tornar esse período menos doloroso. Não vejo a hora de sair e plantar as sementes de girassol que recebi junto com o calendário”, declarou, emocionada.

O símbolo utilizado esse ano para as ações do ‘Setembro Amarelo’ na unidade, foi o girassol. Sementes foram distribuídas para profissionais e pacientes. Segundo a psicóloga Tereza Raquel, a ideia é que assim como o girassol estejamos sempre voltados para a luz. “A mensagem que buscamos transmitir, foi extraída do exemplo do girassol. Existem dias ensolarados e nestes devemos aproveitá-los, se posicionar na direção da luz e deixar toda escuridão para atrás. Porém sabemos que também passamos por momentos nublados, e nestes dias, de ausência de sol, precisamos contar, uns com os outros”, observou.

 

Para o enfermeiro, Adélio Pontes, as abordagens têm sido importantes. “Percebi através das atuações da equipe organizadora que a essência dessas ações é a valorização à vida e a preocupação com nós servidores, apesar de sermos profissionais da saúde, de possuirmos conhecimento sobre o suicídio, também estamos propícios a adoecer, e em qualquer circunstância precisamos procurar ajuda”, afirmou.

Ressaltando o trabalho desenvolvido pela equipe de Psicologia, o diretor-geral da instituição, Antônio Pedrosa, destacou que têm sido fundamental a atuação destes profissionais. “Embora exista um mês específico para falar sobre o assunto, a preocupação deve ser diária. Por isso, os nossos pacientes e familiares recebem assistência psicológica sempre que necessário e solicitado, além disto, preocupados com a saúde mental dos colaboradores, há cinco meses foi implantado como estratégia de escuta, o ‘Tele Saúde Psi’, que oferece suporte psicológico para os profissionais. Um trabalho relevante que têm apresentados resultados positivos”, frisou.

Também fez parte da programação, a fixação de cartazes com mensagens motivacionais, posicionados nas principais áreas de circulação da unidade e uma árvore interativa, com a qual as pessoas puderam retirar uma mensagem e deixar uma nova para o próximo. Encerrando as atividades, nesta sexta-feira (25), os psicólogos da instituição, plantaram no jardim do complexo hospitalar, as sementes de girassol, que formará um lindo canteiro de flores alusivas a essa temática.

Setembro Amarelo – Campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. Precisa falar sobre isso? Busque ajuda. Ligue 188.

Postagens Recentes